Pesquisar este blog

sábado, 28 de julho de 2007



Maravilhoso mundo que nos consome

Ao amanhecer o sol rasga o céu com seu calor e luz e nem percebemos por acordarmos tarde demais.
As nove horas se abrem no jardim, as flores perfumam e colorem o dia, mas o trabalho rouba o nosso olfato com as fumaças dos carros e o stress do dia.
A chuva caindo a tardinha levanta o cheiro da terra, mas não nos traz alegria, apenas resmungos pelas roupas que molharam no varal e pelos cabelos alisados no salão, quando aquelas gotas em minutos estão produzindo vidas e não percebemos.
Crianças no ventre lutam para nascer, enquanto muitos reclamam da vida sobre a terra.
Os pássaros cantando sobre as árvores nem percebem a aflição dos humanos no corre - corre da vida pela sobrevivência, quando se esquecem de que o mesmo Deus que alimenta os pardais também nos alimenta e faz muito mais, porém O esquecemos por estarmos tão atarefados e preocupados com o nosso umbigo.
E assim, saímos apressados, outros nem saem do lugar, alguns, em fase terminal em cima de uma cama, com a esperança já morta, roga a Deus por um minuto dessa vida tão boa que desperdiçamos e nem lembramos de agradecer, pela pressa de nossos objetivos.
A comida está uma droga, o suco está fraco, a roupa está velha, falta perfume, que os salões de estética socorram agora todos aqueles que se intrigaram com o espelho, falta dinheiro, falta sal, muito doce engorda, a pé não dá, o meu carro tem que ser mais novo que o do vizinho, o sorriso se abre, a hipocrisia aumenta, nada está bom neste maravilhoso mundo que Deus nos deu.
Quando o céu anoitece, o brilho das estrelas é pouco para o nosso mundinho de sonhos. A coruja rasgando o céu, deixa os homens com medo de suas próprias, meras e fantasiosas superstições, como são tolos os humanos, malhando o corpo para viver mais sem perceber que mesmo esticando a cara, o organismo já ensaia o cortejo fúnebre da morte que o espera e isso é inevitável, então para que tanta correria?
Diante de tanta insatisfação, de tantas horas que desperdiçamos, diante das futilidades que sustentam nossos caprichos, só podemos ter a certeza de que as nossas vontades são meras contradições, inúteis tentativas de sermos o que nunca poderemos, sozinhos, e enquanto não nos deixarmos guiar pela vontade do Verbo que se fez Carne, continuaremos rodeando esse globo sem conseguir achar uma saída para esse caos que nós criamos para nos consumir.
Nesse tempo frágil das horas, a felicidade quebrou os espelhos, abandonou os egos e divorciou-se do tempo, mas não morreu. Encontra-se nas linhas e entrelinhas de um único livro que conduz a ela.

Nesse maravilhoso mundo que nos cerca, as grandes invenções, a ciência e a tecnologia ao inventar um novo eletrodoméstico, dão de presente ao consumidor um manual para ele melhor manuseá-lo, da mesma forma, o dono da vida, JESUS, também tem o manual para guiar a sua vida e fazê-lo feliz eternamente, o problema é que este manual foi jogado e esquecido nas estantes, em cima do armário, fora do alcance das crianças, pois os pais só enxergam videogame, computador e a tv e não percebem que os filhos estão sendo consumidos por esse mundo com seus ensinamentos coloridos, enquanto a bíblia fica esquecida dentro das bolsas, porque nas bolsas só achamos batom, dinheiro e cartões de crédito, quando a vida em forma de Palavra está ali ao nosso alcance e rejeitamos, ficou apenas para quando sentirmos vontade, isto é, se o nosso mundinho de vontades nos deixar sentir vontade e reclamamos e até tentamos buscar, distorcida em poços desconhecidos e desaconselhados por aquele que é o dono desta Palavra: Jesus.
A vida é tão simples, viver é morrer um pouco a cada dia, mas poucos querem a morte, porque os espelhos já atiçaram nossa cobiça por uma vida que nem conhecemos, nem temos domínio sobre ela, porque o amanhã cuidará de si mesmo e nem com a beleza e o seu dinheiro poderás acrescentar uma vírgula sequer a sua vida ou a esse mundo maravilhoso que te consome.

Até à próxima!
André Silva.

21 comentários:

Anônimo disse...

Olá irmão André, a Paz do Senhor.

Belo texto.
Como podemos ser tão egoistas? Ao ponto de darmos tanto de nós mesmos a coisas vãs e passageiras e perdemos grandes oportunidades por não aproveitarmos melhor a beleza que Deus nos concede a cada amanhecer - como o explendor de um amigo. É interessante fez-me recordar que o Senhor Deus sempre se preocupou com detalhes tão pequenos - como a seguinte expressão "vi teu corpo ainda informe - acompanhei a formação de teus ossos a cada dia". Será que podemos assim avaliar melhor as nossas escolhas, nossas prioridades. Que tenhamos na verdade um tanto de Deus a cada instante para sermos algo que venha agradá-lo.

Um grande abraço fraterno em Cristo Jesus.
Marcia.

Miriã disse...

Olá! André, A paz do Senhor...

Amei esse texto..Parabéns, todos precisavam se concientizar da realidade nesse mundo onde vivemos, com esse corre, corre... em que todos só sabem reclamar.. E não param um minuto p agradecer a Seus pela vida...

Abraços,,
Miriã

José Renato disse...

Professor esse seu poema é muito bonito....ele nos transmite uma mensagem para acordarmos e vermos o que Deus faz..as maravilhas que ele nos dá e por alguma coisa deixamos de comtemplar tudo isso que ele nos concede!!!!
Fico até sem palavras para mim expressar mas, acho que isso basta!! rsrsrsrs

Seus poemas são otimos...suas aulas 1000 e vc nem se fala!!!!


Abraços!!!!

André Silva disse...

Agradeço a Márcia, Míria e Renato pela leitura e por ter percebeido o quanto precisamos refletir a cerca de tudo o quanto recebemos de Deus antes de murmurarmos.
Um forte abraço pra vocês.
André Silva

Pastor Geremias do Couto disse...

Caro André:

Tenho lido suas postagens com freqüência, pois sempre dou uma passada por aqui, apesar de nem sempre postar algum comentário.

Aprecio os recursos estilísticos que você emprega em seus textos e, com certeza, sua contribuição enriquece a todos que o lêem.

Um abraço.

Pastor Geremias do Couto disse...

Ainda sobre o seu texto, ele nos leva ao que expressou Paulo: o viver é lucro, e o morrer é ganho.

Ou na minha pobre linguagem: a vida e a morte não precisam ser pintadas nas cores do abstracionismo surrealista, sem conexão entre si, mas em matizes de esperança desde que Deus seja a razão suprema de nossa existência em meio a todas essas contradições que você bem descreveu em seu comentário.

Abraços.

André Silva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
André Silva disse...

Pastor Geremias do Couto,

Antes de tudo, é um privilégio ter um texto meu abalisado por um ungido de Deus, erudito, simples e simpaticíssimo.
Sou grato pela leitura, embora eu compreenda o quanto sua agenda deva ser difícil. Fico feliz em poder contribuir de alguma forma na vida dos leitores.
Em verdade, sou o aprendiz aqui, meus textos são intertextos seus e de outros homens de fé os quais, nas entranhas da Bíblia, me desfaço de mim mesmo para desaguar como metáfora no outro.
que possamos nas nossas limitações, influenciar mais leitores a beber na fonte certa, A Palavra de Deus, e em fontes seguras como os seus livros e os livros também indicados por sua pessoa..
Que em suas orações, o senhor me inclua, para que Deus faça o querer dEle em minha vida. Espero encontrá-lo outra vez.
Um forte abraço,
A paz do Senhor, pastor Geremias!

Rafael Guilherme disse...

Achei esse texto "o máximo". Porque ele retrata ao pé da letra tudo o que está acontecendo realmente em nossas vidas. Que as pessoas estão dando mais valor as coisas materiais do que as coisas espirituais.
Espero que você continui escrevendo mais e mais textos desse tipo, porque, atravéz deles, todas as pessoas que não estão se dando conta do que está acontecendo no seu próprio mundo passe a ter consciência de tudo que está se passando ao seu redor.
Valeu...
Fui...

Anônimo disse...

Oi tio ANDRÉ.
Depois de ter lido o texto nós percebemos o quanto somos ingratos por não agradecer,pela nossa maravilhosa vida todos os dias,
pois antes nós reclamavamos sem ter um pingo de razão e sem saber que nesse maravilhoso mundo existe varios motivos para agrdecer ao nosso criador.........
Hoje podemos perceber que não devemos amar tudo que é belo mas sim fazer belo todas as coisa que ja temos.
Obrigada por nos fazer enxergarmos a vida como ela é!!!!!!!
ASS: Lindriane Soares
Aline Leandra

Anônimo disse...

Caro professor André esse texto nos faz refletir sobre a verdadeira ralidade das nossas vidas, nos preocupamos muito com futilidades e muitas vezes esquecemos do nosso proximo. Exigimos demais dos outros e esquecemos de exigir de nos mesmos.Uma parte que mais nos chamou atenção é onde fala que poderíamos aproveitar mais o dia acordando mais cedo, e observar como é lindo o amanhecer de cada dia... Aline Fernanda, Joice Karla 3; NORMAL MÉDIO B

Anônimo disse...

O texto nos leva a refletir sobre o o nosso próprio incorformismo e o apego que temos a futilidades, ou a preocupações do dia-a-dia, esquecendo-nos que há um Deus nos céu que tem preparado tudo exclusivamente para nós, que muitas vezes nem lembramos de agradecê-lo pelo que Ele tem feito constantimente em nossas vidas.

Belíssimo texto!!!!!!!!

Maria Daiane / Tallita Gonçalves
3º N.M.B

Anônimo disse...

Olá André!Tudo bem?
É verídico que na luta do dia-dia o ser humano, inclusive nós, muitas vezes esquece que a felicidade está nas coisas simples da vida.Reclamamos de tudo e não lembramos de agradecer à Deus pelo ar que respiramos,pela dávida de viver mais um dia,de ter o sol para nos aquecer.Como somos ingratos com o Pai.
Se acordássemos e,invés de reclamar da forte chuva que cai lá fora,louvássemos à Deus pela terra que com ajuda da chuva produz vida,temos certeza de que o ser humano seria menos egoista.
Um forte abraço.
Heitor e Neide-3NMB

Anônimo disse...

SEMPRE RECLAMAMOS DAS NOSSAS VIDAS DO QUE ESTAMOS PASSANDO,DO QUE ESTAR FALTANDO,DE TUDO QUE QUEREMOS PARA SATISFAZER AS NOSSAS VONTADES.ESQUECEMOS MUITO DO NOSSO GRANDE DEUS SÓ PENSANDO EM SI E ESQUECEMOS DA PESSOA MAIS IMPORTANTE E SÓ LEMBRAMOS QUANDO ESTAMOS PRECISANDO DELE. NEM COM A BELEZA EOSEU DINHEIRO PODERÁS ACRESCENTAR UMA VÍRGULA SEQUER A SUA VIDA OU A ESSE MUNDO MARAVILHOSO QUE TE CONSUME.

Anônimo disse...

OLÁ, ANDRÉ
Com certeza se nós buscarmos aquele livro que guardamos na estante e que achamos que não vale nada,veremos que é nele que acharemos um grande amigo e um grande conselheiro e só assim tornaremos um mundo melho,sem preconceito, sem orgulho e com muito AMOR de DEUS. Maria Chrislayne 3normal médio B.

Anônimo disse...

O texto como recurso didático, pode ser utilizado para a conscientização dos alunos, afinal, a escola também tem a função de trabalhar a afetividade dos mesmos, mostrando-os a importãncia de se perceber as coisas simples e os detalhes da vida. Este texto também pode contribuir com o estudo dos fenômenos naturais e a importância desses fenômenos para a nossa sobrevivência.

Maria Daiane / Tallita Gonçalves
3ºN.M.B

Anônimo disse...

podemos utilizar este texto de uma forma que atraiam a atenção de todos fazendo um debate entre eles sobre o tema como cada um tenha a sua propria opniao depois eles podem elaborar um texto dissertativo.
Erica Gerlany
Erica Laurentino
3°normal médio 'b'

Anônimo disse...

podemos utilizar este texto de uma forma que atraiam a atenção de todos fazendo um debate entre eles sobre o tema como cada um tenha a sua propria opniao depois eles podem elaborar um texto dissertativo.
Erica Gerlany
Erica Laurentino
3°normal médio 'b'

Anônimo disse...

COMO TRABALHAR O TEXTO:"O MARAVILHOSO MUNDO QUE NOS CONSOME" SALA DE AULA?

Já que o texto retrata que a felicidade se encontra nas coisas mais simples da vida,seria interessante trabalhar com nossos alunos atividades que possam dispertar essa curiosidade na turma.Confeccionar materiais com sucatas, realizar gincanas com o próposito de ajudar a quem precisa, enfim, um leque de métodos aparecem quando temos desejo de revolucionar o irrevolucionário.
Um forte abraço!
Até à próxima!
Heitor Lima e Neide Santos -3NMB



Um abraço.

Faculdade Teológica disse...

Que Deus continue abençoando seu trabalho e nos edificando com seus post Fica Na Paz!!!!
Abs!
Faculdade Teológica

Seminário disse...

Parabéns!!sabias palavras ,que vc continue sendo guiado poderosamete por Deus!!
Seminario Internacional Teologico de São Paulo