Pesquisar este blog

domingo, 14 de dezembro de 2008


Encontros

É somente no caminho e na vida que entendemos o percurso do rio e aonde ele vai desaguar. É somente vivendo, correndo, andando e observando que os olhos se abrem ao inesperado, pois a cada dia uma nova surpresa nos espera. Porventura, sabemos nós como se dá o encontro das águas? Como se sucede o encontro dos problemas com as possíveis soluções? Sabe você de onde vem a força que levanta o fraco? Ou ainda será que você acredita em acasos?
Enquanto você questiona, murmura e não entende, o nosso Deus trabalha no silêncio e neste momento exato Ele está providenciando o alimento dos pardais, está ordenando as ondas do mar: até ai e não mais adiante, falando com os raios e trovões, chamando as estrelas pelo nome e dando ordem aos ventos que soprem apenas aonde Ele mandar, sim Jesus é aquele que no momento em que dormimos está marcando encontros dos papéis os quais estavam embaixo e engavetados há séculos, bastando apenas uma ordem dEle para o homem de posição se inquietar e ir ao encontro dos papéis perdidos, achá-los e colocá-los em cima para serem assinados. Nesse momento foi dado ordem ao seu respeito para que o mal não o alcançasse e que os seus pés não vacilassem, nessa hora mesma, Deus confundiu a mente de alguém e desviou de seus intentos para que o encontro com outro alguém não acontecesse, porque somente Ele conhece as intenções do corações e nós, pobres coitados só podemos enxergar as pessoas pelo exterior e nada mais.
Os encontros são permissivos por algum propósito, de uma simples conversa no mundo espiritual, Jó foi vítima de um encontro com o inesperado, culminando com uma doença do alto da cabeça a ponta dos pés, porém o melhor desse encontro, dessa provação, dessa guerra travada foi a exaltação do nome do Senhor, sendo provado que é possível atravessar os mais árduos desertos, perder os mais preciosos bens, sentir a dor do abandono sem abandonar o Deus que marca encontros. Sim, eu o convido agora a refletir comigo sobre os encontros proporcionados por Deus para um propósito na sua vida e glorificação do nome dEle.
Em primeiro lugar, o maior dos encontros aconteceu no pensar de Deus, na Onisciência dEle, a vontade de Deus fez com que você e eu nascêssemos, foram nove meses de luta para que isso não acontecesse, milhões de espermatozóides travaram uma guerra para alcançar um único óvulo e o encontro deles dois desembocou num propósito: você, porque Jesus é aquele que tem um plano na sua vida. Na gestação, foi Ele quem deu ordem aos órgãos, às artérias para que você fosse sustentado até se encontrar com o mundo material, ser embalado nos braços de sua mãe, mesmo ainda os que sem mãe estão agora, houve um propósito, um desencontro para um encontro que só Deus pode contemplar. Cada passo nosso foi rastreado pelo Deus que tudo vê e nada pode se esconder diante dEle ou acredita ainda você que o seu Deus é algo estático, que depende do conselho de alguém, não, Ele é o único que consulta a si mesmo, se encontra com Ele mesmo para executar seus planos, não pede opinião pra nada, Jesus, nosso único advogado e futuro juiz assiste as nossas aflições, embala você nos braços quando a cama está pequena por tanta preocupação, Ele te visita e vai aonde você não pode ir, pois Jesus está mais vivo que você, Ele permite a aflição, Jesus planeja e excuta como e quando quer, porque Jesus não é uma fotografia feita pela mão do artista, mas o Senhor dos senhores, Juiz dos juizes, Rei dos reis e nos amassa como barro nas mãos do oleiro, marca o nosso encontro com as lágrimas, com as enfermidades, com as decepções da vida para lembrarmos que somos limitados e humanos, permite tais encontros amargos e inexplicáveis os quais você só entenderá lá na frente, Jesus é mestre em complicar para explicar, mestre em fazer milagres, até os inimigos Ele permite que nos encontremos com eles, nos faz encontrar até com os amigos mais íntimos que lá na frente nos trairão com um golpe ou um beijo de Judas para entendermos que AMIGO FIEL é somente Jesus. Mas que pena, conversamos até com os falsos sem saber, entregamos nosso tempo a nos encontrar com o tempo e deixamos o tempo dominar nossa vida e nos esquecemos de nos encontrar com esse amigo Jesus, temos tempo pra tudo, mas pra Ele é só naquele dia, naquele momentinho, muitas vezes só no aperto e na dor, então veja como somos tolos.
Em segundo lugar, o percurso do rio e o seu desembocar no mar tem em si seus obstáculos, imagine que as águas no caminho sempre estão se esbarrando em pedras, às vezes as águas passam, às vezes ficam detidas no caminho, então do céu Deus dá ordem e num simples acidente as pedras são retiradas, infelizmente nós temos a mania de não tirar as pedras que interrompem o fluxo do milagre. Marta, ao lado de Jesus, amiga do Mestre sabia que dele viria poder para ressuscitar seu irmão, mesmo assim se negou a tirar a pedra e se encontrar com a vida, por isso Ele disse: Se creres verás a glória de Deus e o encontro com o impossível você vai ver, mas está ai o nosso problema: limitamos esse Jesus, porque a fé às vezes é confundido com crença religiosa por alguns sem entender que Jesus não depende da religião humana para operar maravilhas, Ele é absoluto, é fato que muitos cegamente precisem colocar um copo d’água em cima do rádio, andar descalços, subir escadarias, comprar uma rosa ungida, repetir por dezenas uma mesma frase e texto, sim isso é limitar um Deus que disse a Moisés no deserto, toca a vara no mar e o mar se abriu, não precisou de muita coisa, o profeta Elias apenas levantou a mão para o céu e disse uma frase: não haverá chuva e assim aconteceu, não houve nenhuma necessidade de sacrifício, porque quando Ele quer fazer ninguém impede e faz simplesmente para que o milagre alcançado seja pra honra e glória do nome dele e não de outros, Jesus não empresta sua glória a ninguém.
Olhe para você mesmo, tente entrar dentro do espelho de sua vida e veja quantos encontros, quantas vezes diante do espelho seu olhar muda, você se articula para sair, mas a vontade é ficar, quantas vezes a sua alma está sedenta e cansada a procura de um encontro de paz, um encontro de sinceridade e gozo, quantas vezes você entra em ruas que nem premeditou entrar? Entrou em lugares que nem imaginava, encontrou pessoas que nem sonhava falar, tudo isso porque nossos pés, mãos e mente são dEle, a nossa carne nos leva para um caminho, mas o espírito que mora em você é comandado por Ele, sim talvez você diga: como explicar os homens que correm para fazer o mal? Somos livres, há um livre – arbítrio seguir a Deus e fazer a sua vontade é uma escolha, é verdade que seguir uma religião é mais fácil, fazer parte de um grupo, ter nossos rituais para se encontrar com Deus, tudo isso é fácil, parecemos mais robôs, ore três vezes agora, vá a igreja hoje pra não ficar em falta, faça isso, faça aquilo e acabamos de crer que tudo isso nos leva a encontrar com Deus, esse Deus que se você não for à igreja, se você não orar ou fazer suas novenas, se você participar ou não do grupo, Ele continua Deus, não precisa de nós e sim nós dEle, por isso que quando Jesus marca encontro com alguém, sempre há uma mudança para dentro do ser, a pessoa que se encontra com Cristo nunca mais é a mesma, é livre e vai e ora e busca e tenta melhorar a cada dia sua maneira de adorar porque fazer o melhor para Jesus é uma forma de agradecer a Ele por tudo e Deus ama um coração grato.
Deus ainda tem muitos encontros, não importa os meios, Ele se utiliza das coisas mínimas para trazer à tona o que existe, abre porta onde não tem parede, ordena que o espírito da enfermidade saia, manda que o anjo dEle acampe e o acompanhe, corta os laços e derruba as barreiras, passa na sua frente e endireita os caminhos tortos para você andar, entra no oculto e desfaz do mal, visita os corações para dar a cada um segundo as suas obras, porém não se engana com as obras dos humanos porque nossas obras jamais poderão ser usadas diante dEle como justificativas, o nosso fazer é pesado na balança fiel, porque Ele vê antes das obras, as intenções e por elas galardoa os bons feitos, nada o engana, não tem o injusto pelo justo, você confunde isso, Jesus não.
É Jesus quem faz o amor o encontrar, faz a paz te encontrar, mesmo no meio de uma intensa guerra, porque a paz pertence a Ele jamais será uma obra das mãos ou intentos dos homens, nem das passeatas de protesto, a vida e a morte se encontram com você no caminho, mas somente Jesus pode dizer: agora não, eu ainda tenho um plano lindo para executar na vida dessa pessoa, Ele diz a morte no limiar de um coma: agora não, Eu sou a vida e quero vida nesse viver, porque tenho encontros marcados na vida desse ser, o ouro e a prata pertencem ao mestre, o ladrão rouba e fica sem nada, o próprio ladrão pode ser roubado e perder tudo, mas de Deus ninguém rouba nada porque tudo é dEle, Ele abençoa o justo e o injusto, faz o sol secar suas roupas porque é misericordioso para com todos, só nós pobres humanos é que acreditamos ser melhores que o ladrão lá no presídio, melhor que a mais vil prostituta nas calçadas da vida, por termos um lar ajustado, saiba você que Ele não faz distinção de pessoas, mas quando quer, tira do pó e ergue o necessitado, senta – o na cadeira de destaque e deixa todos confusos, pois os caminhos do Senhor não são os nossos, nós o limitamos, colocamos ponto final na vida de alguém, mas Jesus é aquele que vira a página mais suja e põe uma folha limpa começando uma nova história, alguém até diz, ela não, ele não, mas Jesus diz sim, eu quero ela ou ele, pois o querer é meu, pois quando eu falo a terra tem que se calar e obedecer.
Jesus ainda tem encontros para sua vida, histórias e histórias ainda serão escritas por Deus e você será apenas o protagonista delas, deixe ser guiado, não tenha medo, o encontro vai ser grande, é verdade que vai ser necessário retroceder dos seus maus caminhos, deixar de fazer a sua vontade para fazer a vontade dEle, porque a historia que Jesus vai fazer para você protagonizar é linda, é real e se é real pode ter espinhos e uma cruz pra carregar, mas tem banquetes nos desertos que você passar, nessa história os amigos podem te deixar, mas O AMIGO JESUS vai estar com você ombro a ombro, pois ainda que sua mãe se esqueça de você, Ele jamais o esquecerá, porque ELE TE AMA e o amor de qualquer ser desse mundo, seja anjo, santos, humanos não se compara com o amor que Ele tem por você, por isso Ele quer ter um encontro diferente com você, um encontro de intimidade, um encontro para você o conhecer mais de perto, chega de conhecê-lo só de nome, Jesus quer andar contigo como andava com Abraão, Isaque, Jacó, Daniel, Elias, Paulo, João, é no encontro que a revelação dele se desnudará diante dos seus olhos para que você, a moda dele, imitando Ele no caminho dEle, fazendo a vontade dEle aqui também se encontre com Ele, Jesus o único Caminho e Salvador lá na glória, no céu para Ele e nEle. Amém.

Até à próxima!
André Silva

3 comentários:

Graça Souza disse...

Graça e paz.
É verdade irmão... quantos encontros eu tive parecidos como os descritos aqui...mas em nenhum deles me senti desamparada nem desconsolada,graças a Deus! sei tbm que enquanto vivermos mais encontros haveremos de ter, mas tenho em mente que o Senhor é o meu pastor, nada me faltará, e que do mesmo modo que Ele falou com Abraão, ele fala conosco: "Eu Sou O DEus Todo Poderoso". Sendo assim, vou desfrutando de mais um pão vindo do céu. Graça Souza.

Graça Souza disse...

Graça e paz!
Vimos desejar a vc todos os seus boas festas! Grande abraço Graça Souza

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro André Silva,
A Paz do Senhor!
Parabéns por mais esse post de pura edificação.
Estou passando por aqui, também para registrar minha alegria pela oportunidade que tivemos de interagir, aqui na blogosfera cristã.
Continue para a Glória de Deus!
Externo ainda, meus sinceros votos de um FELIZ NATAL e um ANO NOVO abençoado por Deus.
Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto Silva